Friday, August 26, 2005

a sua hora

cada hora é igual a outra
seu instante é igual ao da outra
não me canse
não me aborreça
me deixe só
quero o sereno só pra mim

Não diga nada
não fale da flor
para já
pare agora
não suporto essa insatisfação

cada instante é um agrado
que perco de meu próprio mundo
doado a você.
quero tudo de volta,
cada agasalho, abraço, tremor.

No comments: