Thursday, June 29, 2006

Toda verdade sobre os Teletubbies




Os Teletubbies são, diria algum conspiratório, uniformizadores da ordem mundial. Dizem que o governo americando contratou um grupo de notáveis pra criar formas de sustentar a ordem mundial a longo prazo. E os caras, gênios de primeiríssima, vieram com o programa estruturado numa calhamaço de mais de mil páginas academidamente defendido e, no bolso, o minidisc com o programa piloto. Eles (galera fudida da Casa Branca) ouviram o plano e ficaram positivamente surpresos com as explicacões psicológicas, com as projeções, com os testes, enfim, aprovaram o programa com a orientacão de realizacão imediata. Então, pra não dar nas vistas, o diretor do grupo de pesquisadores foi pro mecado, contratou um laranja, ou melhor, uma dupla formada por Anne Wood e Andrew Davenport, de uma empresa fictícia chamada Ragdoll Productions, que apresentou o trabalho pra ABC, pra Warner e, sabendo que haveria um costas-quentes a espera, na BBC. Jogada de mestre o governoi americano ter feito o programa e entregado nas mão de uma emissora inglesa.

Primeiro achei isso uma grande bobagem, uma coisa estúpida, um exagero, uma pretensão da força da comunicacão. Mas depois li mais sobre o assunto e vi que é absolutamente coerente. Que a questão política tá diretamente ligada a indústria do entretenimento e que os Teletubies são apenas um exemplo.

A lógica é mais ou menos essa. É necessário um pouquinho de desapego pra acompanhar:
1- Defender a liberdade é defender a manutenção do poder americano.
2- Liberdade é ter escolha.
3- Escolha é uma coisa que pode ser influenciada. Vc pode escolher que não quer só pq os outros escolhem.
4- O entretenimento é uma ótima forma de influenciar pessoas.
5- Pessoas que sofrem as mesmas influências na tenra infância têm a tendência a uniformização dos processos mentais atingidos.
6- As crianças ficam o dia inteiro em casa com seus pais ou babás. Além de comer e borrar as fraldas, não fazem muito além de chorar.
7- Pais, por mais preparados que possam estar pra cuidar de bebês, numa hora ou outra se cansam da encheção das crianças e buscam algum método alternativo pra acalmá-las.
8- A TV tá presente em 93,97% das residências do mundo ocidental.
9- Pais preferem ver seus filhos tranquilos na frente da TV do que chorando loucamente.
10- Os teletubies chamam a atenção, vidram as crias.
11-Os pais não sabem bem porque, mas aceitam e acham até bonitinho que seus filhos vejam, sorriam e imitem algumas coisas.
12-Várias crianças atingidas pela mesma mensagem criam personalidades com curvas semelhantes em alguns aspectos.
13-Os Teletubies usam a repetição pra desenvolver os seguintes assuntos:
a- Siga o líder
b- Sorria sempre
c- Repita o que os outros fazem (se fizeram e gostaram é porque deve ser bom, então também gostarei).
d- A diversidade faz bem (apesar de falsa).
e- A homossexualidade é natural.
f- Transmita os seus pensamentos da forma que eles lhe foram ensinados.


Pode parecer bobagem, mas essas coisas fazem sentido. Dá pra explicar e até exemplificar alguns acontecimentos recentes. Veja bem, na música, por exemplo, cada vez mais tudo é parecido. Mesmo que exista uma diversidade enorme, as pessoas gostam de coisas parecidas e gostam de ouví-las repetidas vezes. As rádios que fazem sucesso tocam em torno de 200 músicas por dia, isso porque o cara que liga a rádio já sabe o que quer ouvir e está aberto a poucas novidades: apenas as que são parecidas com o que já é sucesso. Na TV também, o cara assiste séries que são sempre o mesmo enredo, as piadas são geralmente de repetição, vide Seinfeld, Friends, Simpsons e até os Monty Phyton. Aqui no Brasil novelas são sempre a mesma coisa, com os mesmo atores até. Os noticiários sempre mesclam tragédia, com falcatrua e, de vez em quando, mostra algum programa social, uma alma caridosa. Tudo em busca de emoções básicas como indignação, pena, raiva, medo. Enfim, tudo é igual, mas todo mundo acha que é diferente. Mesmo a internet e os blogs que se multiplicam, se vc olhar bem de perto, apesar da diversidade, os temas são sempre os mesmo.

A conclusão científica e profundamente embasada disso tudo é que somos cada vez mais clones inteletuais dos teletubies. Nosso cérebro vem sendo moldado pra fazer apenas o básico, pra sermos socialmente estáveis, pra rir do que é pra rir, pra acreditar que o mundo segue um rumo inalterável por uma única pessoa e até mesmo por um grupo grande delas. E, apesar da conspiração toda que existe nisso, não é culpa de alguém ou "deles". Somos nós mesmos que somos assim e queremos que continue sendo.

Estranho é que os itens que explicam a lógica conspiratória somam o total de 13.

3 comments:

Cissy Malfoy said...

Bom, sou brasileira, vim de sao paulo, e tenho muitas teses sobre os teletubbies, adorei esta reportagem e apenas aumentou minhas historias, que irei colocar adiante, obrigado por me mostrar suas hitorias!!

Raquel said...

raiva indignação pena é tudo igual?
tens razão em muitas coisas mas isso que disseste nao tem nada a ver e NAO nao é igual...
porque cada pessoa sente determinados sentimentos identicos de diferentes maneiras com diferentes reacções e isso muda tudo

se nao o ves estás a ser um pouco ingénua
porque se fosse assim o mundo era todo igual e os psiquiatras nao tinham dificuldades muito menos os psicologos...

joosef said...

Olá tenho 15 anos , assisti teletubbies muitas vezes , será que já sou um deturpado do sistema , posso reverter tal situação , com ?